Seg. à Sex. 07:00 às 17:00

Município de Mariluz realizou passeata em alusão ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianç

 

Publicado em: 18/05/2022 17:03 | Fonte/Agência: Assessoria de Comunicação

Whatsapp

 

Nesta quarta-feira (18/05), foi realizada uma grande passeata em alusão ao dia 18 de maio, Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes. O evento foi organizado pela Secretaria Municipal de Assistência Social em parceria com as escolas da rede municipal de ensino e Prefeitura Municipal de Mariluz e contou com apoio do CRAS, CREAS, Conselho Tutelar, desbravadores da Igreja Adventista e dos alunos da Formação de Docentes da rede estadual de ensino.

Os participantes da passeata saíram de fronte a Praça da Liberdade e seguiram o trajeto com carro de som e cartazes até o Paço Municipal, onde foram realizadas apresentações de Karatê, Capoeira e musical.

Sobre as ações: Durante essa semana várias atividades foram realizadas nas escolas municipais Arnaldo Busato, Manoel Ribas, Laudelino Rosa de Mello, Augusta Gutierrez no Distrito de São Luiz e nos CMEIs. As ações foram feitas através de cartazes, pinturas, teatro de fantoches, passeatas e apresentações lúdicas com personagens de desenhos animados. E durante a semana serão realizadas mais ações pelas equipes do CRAS, CREAS e Saúde, dessa vez com os nossos adolescentes.

Em suas apresentações os personagens orientam as nossas crianças a denunciarem e não se calarem perante o ato de abuso sexual, a orientação é, ao ser vítima de um abuso ou violência, comuniquem aos pais, avós, pessoas próximas e até mesmo os professores.

Qual o significado do dia 18 de maio: Essa data foi escolhida para o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes devido ao “Caso Araceli”, crime que aconteceu em Vitória (ES) nesta data, no ano de 1973, e até os dias atuais os culpados seguem impunes. De acordo com dados da Secretaria de Direitos Humanos, é assustador o número de casos de violência sexual contra crianças e adolescentes no país. Em razão disso, foi criada esta data com o intuito de ajudar a combater este mal que destrói a vida de milhares de jovens todos os anos.

“O corpo de nossas crianças é sagrado! E as coisas em nossas vidas precisam acontecer na hora certa no tempo de Deus, e não no tempo que algumas pessoas más querem que aconteça. Não deixem que ninguém toque em seu corpo, não deixe ninguém ferir a sua sexualidade. Vocês devem falar e denunciar aos seus pais, professora ou alguém de sua confiança, não tenham medo de falar, procurem a pessoa certa a quem falar”. Ressaltou, o Prefeito Municipal Paulinho Alves.

Como denunciar? Procure o CRAS, CREAS, Conselho Tutelar, Polícia Militar ou disque 100. A sua atitude pode ajudar a mudar os índices de violência contra crianças e adolescentes em nosso país.